o que queriam saber.

Durante todo o final de semana Phellipe tratou Amanda com todo carinho e atenção. Não deu a mínima para o desentendimento entre Amanda e Lucas, passou o tempo todo ao lado dela cercando-a de carinhos e atenção. Pouco falou ou se dirigiu ao amigo. Não se desgrudou um minuto sequer da Amanda depois que atendeu o telefone, Amanda ficou completamente transtornada e Phellipe continuou a seu lado apoiando e dando mais carinho ainda pois percebeu o quanto ela estava fragilizada. A festa de sexta foi tudo de bom, ele romântico e ela toda amorosa. Phellipe vai dormir após a festa, Amanda fica acordada e começa um papo com Aline e Lucas na madrugada enquanto Phellipe dormia. Aline fala da possibilidade de Phellipe estar sendo visto como um vilão e Amanda vai dormir grilada.

Na manhã de sábado, Phellipe acorda e todo amoroso vai dar um abraço de bom dia na Amanda. Amanda repele e não deixa que ele encoste um dedo sequer nela. Aí começa o problema. O sábado  inteiro foi um inferno, Amanda chateada, preocupada com o telefone e Phellipe atento, tomando conta, cercando, tentando chegar perto. Sentados na espreguiçadeira do jardim do hotel eles conversam e Phellipe pergunta se ela quer um beijo e um abraço, ela diz que não. Ele retruca que quando ela quiser que peça que ele está esperando por ela. À noitinha, ela se dá conta de que não deu atenção ao Palito um pouco mais tarde pede desculpas ao Phellipe que responde todo romântico que tudo bem que ele durante o dia tinha usado a cota de beijinhos da Brenda que ele trazia guardada no bolso. Tudo parecia bem.
Quando ela recebe outro telefone, Amanda descobre que todo seu pavor foi em vão. Que não havia nada de ruim. Não sei que mecanismos ocorrem na cabeça da Amanda, mas ela começa a alfinetar Phellipe, faz pouco dele na frente dos amigos, debocha da conversa que eles tiveram no jardim. Phe se aborrece e perde a paciência e fala algumas bobagens, nada que ele já não tenha falado antes em tom de brincadeira, mas que ontem acabaram tomando outra proporção diante de seu imenso aborrecimento.  Amanda, como sempre, se dá conta de que ultrapassou o limite e corre atrás para reverter a situação, mas encontra um Phellipe resistente e ferido. Ela insiste numa reconciliação sob os olhares atentos de Lucas e Aline no quarto. Amanda quer mostrar o poder que tem sobre ele para os amigos, Phellipe continua resistindo, mas cede um pouquinho.

Mais tarde vão dormir e ela pergunta se ele está zangado, Phellipe responde – Zangado não, decepcionado e triste. Phellipe pega no sono e Amanda não conseguindo dormir vai ao quarto ao lado conversar com Aline. Elas conversam até cinco horas da manhã. Amanda retorna para cama e abraça Phellipe que corresponde com carinhos e beijos sonolentos. Hoje pela manhã eles acordam cheios de amor para dar um ao outro tanto que nem assistem aos clipes na sala junto com a gente,  ficam de frescura. Enfim esta é a linha de acontecimentos que levaram aos desentendimentos e às declarações do Phellipe

Apenas Phellipe e Aline podem resolver este assunto. Ele será resolvido ainda na Argentina ou depois que eles sairem e conversarem, Phellipe não é santo, mas toda vez que Amanda se aborrece e apronta é ele quem paga o preço,  é ele quem passa pelo duro e insensível. Enfim… ô coisa complicada.

Gui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: