I

– Se o Sérgio Chapelin entrar por uma porta, eu saio por outra.

Agora entendo melhor o que ela queria dizer com aquilo. À medida que o tempo passa, vamos nos adaptando a novas realidades e percebendo o real valor de tudo que um dia nos foi dito. Até as coisas mais absurdas apresentam algum significado com o passar do tempo. O tempo dá condições para que possamos compreender, nos dá distância para que possamos enxergar o que de perto é quase sempre, invisível.
A pepsi ficou meio sem gás. Lá fora não há mais um pingo de luz e eu certamente nao terei sono depois desse copo de pepsi. É bom sentar aqui na varanda e olhar para o passado que desfila nos cantos deste condomínio. Quanto ao futuro, sei que alguma coisa me pertuba e sei também que não é o momento de me preocupar-me com ele. O importante é permancer aqui, na paz do meu retiro, e quem sabe reencontrar a Squill. Relembrar as brincadeiras e, principalmente, as minhas aventuras com aquela turma que, em muitos momentos, era tudo o que eu tinha..

Anúncios

Uma resposta to “I”

  1. ddeborar Says:

    Tudo é transitório,
    tudo vai ficar bem, você sabe.
    E eu vou estar aqui, para quando você precisar, é só fechar os olhos e contar até dez, e eu vou estar ao seu lado, segurando a sua mão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: